Prisões de chefes do tráfico geram confrontos no RJ; operação na Maré provoca interdições na Linha Vermelha

Ajude-nos compartilhando com seus amigos

A prisão de homens apontados como chefes do tráfico do RJ terminou em confronto e vias fechadas no fim da manhã desta quarta-feira (12). O maior tumulto foi no Complexo da Maré, na Zona Norte, margeado pelas linhas Vermelha e Amarela, que foram interditadas. Pelo menos três pessoas foram vítimas de balas perdidas, e um policial militar foi baleado no pé. Os confrontos se intensificaram quando Paulo Roberto Silva Taveira, o Cara Preta, foi atingido em um tiroteio com agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) na Vila dos Pinheiros. Segundo a polícia, Cara Preta controla o tráfico de drogas do Chapéu Mangueira, no Leme, Zona Sul do Rio. Ele foi levado sob custódia para o Hospital Geral de Bonsucesso e tem o quadro de saúde estável. Em reação à prisão de Cara Preta, houve mais tiroteio na Linha Vermelha, que foi fechada por alguns momentos. Também houve princípio de confusão na Linha Amarela, na altura da Vila do João, após um grupo tentar interditar a via. O grupo jogou pedras, paus e entulhos na pista. Motoristas se assustam durante interdição da Linha Vermelha nesta quarta-feira (12) — Foto: Reprodução/TV Globo Duas das três pessoas atingidas por balas perdidas foram encaminhadas ao Hospital Estadual Getúlio Vargas. A outra foi levada para o Hospital Geral de Bonsucesso. Segundo as unidades de saúde, Joelington Felismino levou um tiro no braço e apresenta quadro estável. Narcélio Rodrigues Farias também tem estado de saúde estabilizado. Ainda não há informações sobre o terceiro ferido. De acordo com o Centro de Operações Rio, a Linha Vermelha já tinha sido interditada por volta das 11h40, mas foi reaberta e novamente fechada após as 12h30. Às 12h20, moradores tinham tentando interditar a via em protesto, mas foram impedidos por agentes da polícia. Polícia patrulha Linha Vermelha na altura do Complexo da Maré — Foto: Divulgação/Pmerj Os policiais também apreenderam uma espingarda, dois painéis balísticos, carregadores, munições, um bloqueador de sinal GPS e drogas. Durante toda a manhã, moradores do Complexo da Maré alertaram, através de redes sociais, sobre os intensos confrontos na comunidade nas localidades conhecidas como Nova Holanda e Baixa do Sapateiro. Policiais do Batalhão de Choque apreenderam arma e drogas no Complexo da Maré — Foto: Reprodução/Pmerj

Chefe do tráfico preso em Niterói

Já no Centro de Niterói, na Região Metropolitana, policiais do 12º BPM (Niterói) prenderam o suspeito de chefiar o tráfico de drogas no Morro do Estado. Um outro suspeito também foi baleado na ação. Jorge Fraga de Oliveira Júnior, o Cachorrão, foi detido após confronto com policiais do batalhão do Centro de Niterói em conjunto com agentes da 76ª DP (Niterói). Junto com o suspeito baleado, os agentes apreenderam uma pistola. Não há informações sobre o estado de saúde do homem atingido. Cachorrão foi conduzido para a delegacia. Os policiais apreenderam uma pistola após confronto no Morro do Estado, em Niterói — Foto: Reprodução/Pmerj Cara Preta foi baleado no Complexo da Maré, durante ação da PM — Foto: Reprodução/Pmerj

Fonte: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/06/12/policia-prende-suspeitos-de-chefiar-trafico-de-drogas-de-diferentes-comunidades-do-rj.ghtml

Ajude-nos compartilhando com seus amigos