Mulher que morreu baleada em operação na Maré estava indo trabalhar

Ajude-nos compartilhando com seus amigos

A mulher que morreu ao ser baleada durante uma operação da Polícia Militar no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, era moradora da comunidade Nova Maré e estava indo trabalhar. Sheila Machado de Oliveira, de 28 anos, foi atingida por um disparo no peito, por volta das 15h, na Baixa do Sapateiro. Ela chegou a ser levada para a UPA da Maré, mas não resistiu aos ferimentos.Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento que Sheila é carregada até um carro para poder se levada para a unidade de saúde. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, a vítima já chegou ao local sem vida. Segundo conhecidos das vítima, Sheila era dona de um comércio e estava a caminho do trabalho.

Outras cinco pessoas foram baleadas durante operação

Além de Sheila, outras cinco pessoas ficaram feridas durante a operação da Polícia Militar no Complexo da Maré — entre elas, há um policial e um suspeito. Paulo Roberto Taveira, conhecido como “Cara Preta”, é apontado como um dos chefes do tráfico de drogas no Chapéu Mangueira, no Leme, Zona Sul do Rio. Ele foi atingido na perna durante confronto com PM. O suspeito e Joelington Felismino, que também foi baleado, foram levados para o Hospital Geral de Bonsucesso. Ambos estão estável, segundo a direção da unidade médica. Segundo a assessoria da Polícia Militar, essa é a mesma situação do agente, que foi baleado no pé e levado para o Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio.A quarta vítima é Narcélio Rodrigues Farias, que foi encaminhado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha Circular. A direção do hospital informou que o quadro de saúde dele é estável. Ainda não há informação sobre a identidade e o estado da quinta vítima.

Operação da Polícia Militar já dura três dias

A ação da PM no Complexo da Maré nesta quarta-feira começou por volta das 5h, mas os agentes fazem operação na região desde o início da semana. Mais cedo, policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) prenderam Cara Preta, após ser atingido na perna durante um tiroteio. De acordo com a corporação, ele estava com uma pistola. Uma tonelada de drogas também foi apreendida pelos militares durante a ação. Drogas apreendidas na Maré Durante a operação, moradores relataram que policiais invadiram suas casas sem mandado. Um homem, que mora na Baixa do Sapateiro e preferiu não se identificar, disse que começou a ouvir gritos por volta das 9h. Ele estava sozinho e foi até a porta de casa para ver o que estava acontecendo.— Eu ouvi alguém gritar “sai da rua, sai da rua”. Quando cheguei na porta de casa, passou uma bala do meu lado que atingiu a minha casa. Saí correndo para o banheiro. Os tiros quebraram minha janela, estouraram o ar-condicionado — contou. Tiros atingiram casa de morador durante confronto entre policiais e traficantes no Complexo da Maré

Fonte: https://extra.globo.com/casos-de-policia/2019/06/12/36-mulher-que-morreu-baleada-em-operacao-na-mare-estava-indo-trabalhar

Ajude-nos compartilhando com seus amigos