Jorge Jesus relembra “profecia” antes de assumir Flamengo e confirma escalação para a final

Ajude-nos compartilhando com seus amigos

A um dia de ser conhecido o campeão da Libertadores 2019, o técnico do Flamengo, Jorge Jesus, sentou na sala de imprensa do Estádio Monumental de Lima, no Peru, para a última coletiva de imprensa antes da grande decisão contra o River Plate. E assim como o técnico adversário, Marcelo Gallardo, o português não escondeu a escalação de sua equipe para a final, marcada para as 17h (de Brasília) deste sábado, com transmissão ao vivo da TV Globo e do GloboEsporte.com. – O Gallardo é um treinador que está na terceira final e sabe perfeitamente que não é em uma final que o treinador vai mudar como equipe e como ideia. Penso da mesma maneira. Se não acontecer nada, a equipe é a mesma que normalmente tem vindo jogar. Diego, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo e Filipe Luís; Arão, Gerson, Arrascaeta e Ribeiro, que é o capitão, Gabigol e Bruno Henrique. Jorge Jesus confirma a escalação do Flamengo para a final da Libertadores contra o River Flamengo e River Plate decidem o título da Libertadores neste sábado, a partir das 17h (horário de Brasília), no Estádio Monumental de Lima. A TV Globo e o GloboEsporte.com transmitem ao vivo. Além de confirmar a escalação, Jorge Jesus garantiu que o time rubro-negro chega 100% fisicamente para a grande decisão: – Fisicamente posso dizer que sim. Não temos um jogador lesionado. Emocionalmente não pode ser definido. Mas se está na final da Libertadores, todas as variantes da equipe têm sido muito boas. Tanto River quanto Flamengo estão bem e no máximo de suas faculdades no que pensamos ser variantes de uma equipe de futebol. Jorge Jesus, técnico do Flamengo — Foto: Reprodução E sobre o River Plate, último adversário que o separa do título, o treinador afirmou: – Vamos enfrentar um rival muito forte, com mais experiência que nós, mas não nos assusta. Sabemos do que somos capazes de fazer. + Everton Ribeiro esquece erros passados e exalta Flamengo: “Conjunto tem feito a diferença” Na abertura da coletiva, o treinador português contou que, ao embarcar para o Brasil para assumir o Rubro-Negro, em junho desse ano, já previa que seria finalista da competição continental. – No dia que decidi vir para o Flamengo, tive um almoço com a comissão técnica e disse: “Preparem as malas, vamos para o Brasil e seremos finalistas da Libertadores”. Vim transportar uma ideia de trabalho. Jorge Jesus diz que antes de assumir o Flamengo, previu que seria finalista da Libertadores Com a experiência de quem já disputou edições da Liga dos Campeões na Europa, Jorge Jesus fala do peso de uma decisão de Libertadores: – O que sinto? Sinto a responsabilidade e o prestígio que tem uma Libertadores. É um pouco semelhante ao que na Europa definimos na Champions. É um continente diferente. Dou dez passos na frente. Na Champions, nunca cheguei na final. Quando saímos do Ninho, senti que era uma nação atrás de um sonho. Não só torcedores do Flamengo, mas quase todo o Brasil. Temos a prioridade do prazer, da paixão, e não da emoção. Quando se pensa na frente, as equipes ficam atrofiadas. Trabalhamos a vertente do prazer. O que nos move é nossa confiança e prazer. Confira mais declarações de Jorge Jesus Jogo mais importante da carreira?Quando chega a uma final da Libertadores ou uma competição muito importante, como Champions e Liga Europa, todos são momentos importantes. Neste momento, o mais importante é esta competição. A partir daqui, se Deus quiser, depois de conquistar terei as mesmas responsabilidades e desafios. O próximo troféu é o mais importante. Libertadores preenche lacuna da Champions?São dois troféus máximos de clubes. Meu sonho sempre foi esse. Para mim, havia um objetivo muito importante que estamos próximos de atingir. Nunca coloquei um campeonato na frente do outro (Libertadores e Brasileiro). E é uma alegria ter um staff que me permite chegar onde chegamos. Claro que penso ainda conquistar as duas taças: Libertadores e Champions. FuturoNão é altura para falarmos isso. Tenho contrato com o Flamengo até junho. Estilos de Flamengo e River Concordo com alguns aspectos no jogo ofensivo em que as duas equipes são parecidas. Em termos defensivos, são totalmente opostos. Por que colocou Boca entre os maiores e não River, quando disse que o Fla era o maior do mundo?A sua pergunta em relação a minha declaração foi logo quando cheguei ao Flamengo. Não sabia que chegaria na final contra o River. Não tenho dúvida nenhuma no que estou a dizer. Digo que o Flamengo é o maior clube do mundo. Não digo esportivamente, que é o Real Madrid. Mas em dimensão é o Flamengo e digo a mesma coisa. Jorge Jesus diz que o Flamengo é o maior clube do mundo: “Não tenho dúvidas disso” Temperamento da equipe para final Todos vão crescendo com os problemas criados no dia a dia. O aprendizado do Gabigol é nos erros dele, e também aprendo nos que cometo. Foi algo abordado com ele e com toda a equipe. Faz parte da vida de um jovem. Fator psicológico favorece o River?O componente emocional está em todos os jogos, mas muito mais nas grandes decisões. Há mais emoção, mais ansiedade. E dizem que quem já passou por esta situação mais de uma vez é mais experiente. Eu não penso da mesma maneira. Penso que emoção é conhecimento da experiência que você vive na carreira, mas também se trabalha e treina. Na frente a emoção, temos outras particularidades e interesses: que é o prazer de jogar bem e à Flamengo. Éverton Ribeiro no sacrifício?Estava perguntando se ele tinha dor ainda, mas é lógico. Mas já está muito melhor. O Flamengo tem sido uma surpresa muito grande para mim. O compromisso de todos é muito grande em prol do clube. Muitas vezes tem problemas físicos e particulares que acontecem, mas estão sempre disponíveis.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/jorge-jesus-relembra-profecia-antes-de-assumir-flamengo-e-diz-que-river-tem-experiencia-mas-nao-assusta.ghtml

Ajude-nos compartilhando com seus amigos