Crivella afirma que não responderá mais ao GLOBO

Ajude-nos compartilhando com seus amigos

RIO – Em texto e vídeo divulgados em sua rede social e na da prefeitura, por volta das 22h deste domingo, o prefeito Marcelo Crivella disse que não responderá mais a demandas para reportagens do GLOBO. Essa orientação, inclusive, já foi repassada aos jornalistas da prefeitura, em uma reunião realizada na quinta-feira no Centro de Operações da prefeitura, pelo subsecretário de Comunicação, Daniel Pereira.

– O sistema de comunicação da prefeitura me fez um pedido que eu compreendi. Eles estão indignados com O GLOBO. Que não é mais jornal, não faz jornalismo, é um panfleto político. Fazendo militância, de todas as formas, através de ameaças e chantagens, que a prefeitura ceda as suas ambições de publicidade. Portanto, a partir de agora, a prefeitura do Rio de Janeiro ignora todos os pedidos desse panfleto político. Todos os demais jornais do país terão o prestígio, a resposta, menos O GLOBO – afirmou o prefeito.

Na continuação do vídeo, Daniel Pereira aparece em uma reunião com outros assessores da Prefeitura do Rio e afirma não vai mais “parar a equipe” para atender a demandas do jornal, por, segundo ele, a maioria delas ter um foco negativo em relação à gestão municipal:

– Ontem, eu recebi, só do GLOBO, oito pendências negativas. É isso mesmo? Eu vou continuar parando a equipe toda para trabalhar para O GLOBO? Em matérias negativas que eles estão cavando porque querem falar mal? Tem alguma coisa errada. Tem alguma coisa errada nisso aqui. Você busca os relatórios, estava olhando ali: 70% de pauta negativa. A conclusão para a gente é que O GLOBO não é um jornal. O GLOBO é um panfleto político. A partir de hoje, a gente não responde mais o GLOBO – disse Daniel.

O vídeo foi divulgado após o jornal entrar em contato seguidas vezes com a assessoria do prefeito para ouvi-lo sobre as acusações feitas pelo doleiro Sérgio Mizhay.
Ele delatou ao Ministério Público a existência de um esquema
,
capitaneado pelo empresário Rafael Alves
, irmão do presidente da RioTur, Marcelo Alves, para recebimento de propina de empresas que tinham créditos a receber da prefeitura do Rio.

Sobre o episódio,
O GLOBO divulgou a seguinte nota:

“O GLOBO lamenta a decisão do prefeito Marcelo Crivella de, a partir de agora, ignorar os pedidos de informação feitos pelo jornal. Medida, diga-se, tomada na véspera de o jornal publicar reportagem revelando que o prefeito é alvo de investigação do Ministério Público do Rio. Ao não atender a essas demandas, o prefeito deixa de prestar esclarecimentos não ao jornal, mas à população do Rio de Janeiro, que o elegeu. A assessoria de imprensa da prefeitura, vale lembrar, é paga pelos contribuintes cariocas.

O objetivo do GLOBO ao solicitar esclarecimentos a governos e governantes, quaisquer que sejam, é avaliar informações apuradas sobre a gestão pública e dar espaço ao contraditório, como determinam os princípios editoriais do Grupo Globo. Ao contrário do que sugere o prefeito, O GLOBO pratica jornalismo e não mistura a produção de conteúdo editorial com atividades publicitárias.

O jornal também repudia as ofensas proferidas contra seus jornalistas.

A despeito de decisão de Crivella, O GLOBO seguirá solicitando informações e dando espaço à prefeitura antes de publicar reportagens sobre a gestão municipal e suas autoridades – por respeito a nossos leitores, nossos princípios editoriais e ao bom jornalismo.”

Prefeito afirmou, na noite deste domingo, que não vai mais responder a indagações do jornal

 

Fonte: https://oglobo.globo.com/rio/crivella-afirma-que-nao-respondera-mais-ao-globo-24112438

Ajude-nos compartilhando com seus amigos